Conhece os 5 melhores jogadores brasileiros da atualidade

Global Poker Index
Os Melhores Jogadores estão no GPI

O Global Poker Index apresenta o ranking com os melhores jogadores do mundo nos últimos 3 anos. Descubra os cinco jogadores que vão na frente do GPI Brasil.

Actualizado a 05/05/2017

Saber qual é o melhor jogador brasileiro da atualidade nem sempre é tarefa fácil. Se você perguntar a opinião a vários jogadores da comunidade, as respostas vão ser muito diferentes.

Para evitar estas discussões, o Global Poker Index apresenta de uma forma transparente um sistema de pontos que mostra quem são os melhores jogadores de poker nos últimos três anos.

Você pode comparar esta classificação com o sistema usado no tênis com o ATP, ou no golfe com o PGA. A diferença é que estes rankings contabilizam apenas o último ano, no caso do ATP e os dois últimos anos no caso do PGA.

Os pontos acumulados pelos jogadores de poker dependem de uma série de factores e entre eles estão: resultado final no torneio, o buy in, a quantidade de jogadores no evento e, por fim, a proximidade a que o torneio foi jogado.

Os três anos são divididos em semestres e os jogadores acumulam os pontos nos cinco maiores resultados em cada um dos 3 semestres mais recentes. No caso do último ano e meio, serão contabilizados 15 resultados. Para os restantes semestres serão apenas contabilizados 4 dos melhores torneios em cada semestre, ou seja, mais 12 resultados. No total são contabilizados os 27 melhores resultados em três anos.

No PokerListings queremos apresentar os melhores jogadores nacionais da atualidade neste ranking. Assim, vamos mostrar aqui o top 5 brasileiro que é liderado por Felipe Ramos.

Nota: Iremos atualizar este artigo todos os meses, por isso, consulte este artigo regularmente para que tenha acesso à informação mais recente.

Felipe Ramos

Felipe “Mojave” Ramos
Atualmente o nº1

A maior sala de poker online do mundo não podia estar enganada quando contratou Felipe “Mojave” Ramos para o seu time. O jogador natural de São Bernardo possui um currículo invejável no mundo do poker.

Os seus prêmios em torneios ao vivo ascendem aos US$1,604,515 e entre estes resultados conta com vários títulos e mesas finais nos mais prestigiados circuitos do poker mundial.

Não é por acaso que Felipe Mojave aparece no topo desta lista. O jogador que sempre estudou e procurou melhorar o seu jogo está num dos melhores momentos da sua carreira, e o contrato com o PokerStars apenas veio dar mais força para continuar fazendo aquilo que mais gosta, jogar poker.

Dando uma olhada nos seus resultados mais recentes e que estão dentro do período de qualificação para o ranking GPI, podemos perceber a dimensão do jogo de Felipe.

Entre os 27 torneios contabilizados pelo ranking, Felipe conta com 8 mesas finais e durante o período de qualificação tem 47 ITMs!

Um dos seus maiores resultados foi o segundo lugar conquistado em 2016 no Evento #48 €2,000 Pot Limit Omaha – 8 Handed no European Poker Tour em Dublin onde recebeu €29,205.

Logo na etapa seguinte do EPT em Monte Carlo, Felipe voltou a fazer das suas e chegou à mesa final do Evento #2 High Roller onde arrecadou mais €74,100, e 99,16 pontos no ranking.

Ainda na Europa, em Amesterdão, o oitavo lugar no Main Event do World Poker Tour valeu mais €26,900 no bolso do craque e 157,50 pontos no ranking.

O World Series of Poker de 2016 também trouxe bons resultados a Felipe que somou 4 ITMs nessas séries de poker.

Já no fim do ano, em Praga, o profissional somou sua maior pontuação do momento. A 15ª colocação no Main Event do European Poker Tour deu €44,430 de prémio e ainda 297,78 pontos no ranking.

Já este ano, nas Bahamas, Felipe recolheu seu primeiro prémio num torneio High Roller do PokerStars Championship. O 5º lugar no Evento #35 valeu US$ 80,560.

A este resultado ainda somou mais um 3º lugar no Pot Limit High Roller do PokerStars Championship em Macau que rendeu mais HK$419,000, e 176.70 pontos na classificação.

Os resultados no PokerStars Championship em Monte Carlo ainda não foram todos contabilizados, pelo que brevemente teremos mais novidades no currículo do craque do esporte da mente.

Felipe ocupa a 89ª colocação a nível mundial e seu melhor registo foi o 87º lugar nesta classificação.

Rafael Moraes

Rafael “GM_Valter” Moraes
Craque dos panos virtuais e ao vivo

Jogador regular do poker online, Rafael Moraes têm vindo a consolidar sua carreira no poker ao vivo com uma consistência de resultados impressionante.

O membro e sócio do 4-Bet Team, tem somado resultados nos últimos 3 anos que o colocam no segundo lugar do ranking brasileiro. Os seus ganhos já vão em mais de US$1,087,067.

Podemos dizer que sua carreira para o topo da classificação começou depois de ter terminado o Main Event do BSOP São Paulo, em 2015, na 3ª colocação. Rafael somou R$135,000 de premiação e este torneio ainda contribui com 42.75 pontos para o ranking.

Depois disso conta com vários ITMs em torneios nacionais, e em 2016 consegue seu maior resultado em torneios ao vivo. Rafael terminou o €25,750 High Roller da Grand Final do EPT em Monte Carlo na 3ª colocação, onde recebeu €568,200. Este resultado confere 153.32 pontos no ranking GPI.

O verão em Las Vegas também deu bons frutos e o craque somou mais 2 ITMs no WSOP e 1 ITM no Deep Stack Extravaganza III. Destaque para o Evento #41 Monster stack onde chegou bem longe e recebeu US$48,845 pelo 18º lugar num field de 6,927 jogadores.

De regresso ao Brasil, Rafael chega ao heads-up do High Roller do BSOP e forra mais R$141,400. Este evento corresponde a mais 165.76 pontos na tabela do GPI.

Antes do BSOP Millions em São Paulo, Rafael ainda recolheu mais um resultado no Super High Roller do EPT Barcelona que lhe confere 177.50 pontos. Terminou em 22º e recebeu €38,410 de prêmio.

Mais uma vez, o Rafael consegue um 3º lugar no Super High Roller do BSOP Millions e soma mais R$126,500 à sua conta e junta 181.93 pontos ao seu ranking.

Já em 2017, o jogador profissional cravou o Evento #11 do PokerStars Championship Panamá que lhe vale 246.22 pontos no ranking. O primeiro prêmio rendeu US$39,085 no evento que contou com 135 jogadores.

Em Macau, Rafael também conseguiu um ITM no PokerStars Championship. A 19ª colocação alcançada pelo jovem jogador no Evento #32 corresponde a HK$40,000 na sua conta e 107.04 pontos GPI.

A melhor posição ocupada por Rafael Moraes no ranking global foi o 119º lugar, sendo que agora ocupa o 150º posto.

Luiz Duarte

Luiz Duarte
Campeão Paulista

O terceiro lugar do pódio é ocupado por mais um craque dos panos. Luiz Duarte soma resultados em torneios por todo o mundo e já leva $853,401 em prêmios.

Logo à primeira vista, podemos dizer que Luiz Duarte é só o atual Campeão Paulista, Vice-campeão do BSOP 2014 e Bicampeão do High Roller CPH. Títulos que qualquer jogador gostava de ter no seu currículo.

Reconhecido na comunidade pelos seus resultados, Luiz conta com 1,856.34 pontos no ranking GPI, fruto das suas 12 mesas finais e 4 vitórias em torneios de renome.

Começando em 2014, o segundo lugar no Main Event do BSOP São Paulo confere à fera do esporte da mente o melhor resultado de sua carreira. Forrou R$710,000 e este resultado ainda contribui com 32.06 pontos para o ranking.

Com inúmeros ITMs em eventos dentro do Brasil e fora do país, é necessário chegar ao BSOP Millions em Dezembro de 2015, para encontrarmos mais um grande resultado de Luiz. Entre as 424 entradas do High Roller, o craque chegou na mesa final e recebeu R$117,500 pelo 5º lugar. Este resultado aumenta a sua pontuação em 82.73 pontos.

Já em 2016, Luiz deu mesmo a cravada no High Roller do BSOP São Paulo. O torneio teve a participação de 152 jogadores e rendeu R$173,580 de premiação, contribuindo com 103.79 pontos para a tabela.

Na etapa seguinte do BSOP, na Foz do Iguaçu, Luiz repetiu o feito e amealhou mais R$147,910 de prêmio e 93.02 pontos.

Ainda no mesmo ano, ele conseguiu chegar na mesa final do Main Event do BSOP em Punta del Este, Uruguai, e recebeu mais US$25,270, resultado que soma 136.35 pontos à sua conta.

O WSOP também foram particularmente proveitosas para o jogador paulista, que em 2016 conseguiu 4 ITMs. Com destaque para o Evento #54 Crazy Eights onde terminou em 22º e recebeu US$22,065.

O EPT também acrescentou mais uns bons pontos ao ranking quando terminou o Evento #37 na 8ª colocação e o High Roller de €10,300 em 25º lugar.

Voltando a São Paulo, em Novembro de 2016, Luiz voltou a ficar perto da vitória num torneio High Roller. O segundo lugar no High Roller do WSOP International Circuit confere mais 167.70 pontos e R$150,000 de premiação.

A participação no LAPT Brasil deu mais 155.01 pontos depis de terminar o Evento #25 na 13ª colocação.

Já este ano, os grandes destaques vão para o 6º lugar no Evento #1, e para 37º lugar no Main Event do PokerStars Championship. O primeiro resultado valeu 103.09 pontos, enquanto o segundo somou 142.84 pontos ao ranking GPI.

Luiz Duarte ocupa agora o 210º lugar da classificação mundial, mas já chegou a configurar no 68º lugar da tabela.

Thiago Nishijima

Thiago “Decano” Nishijima
Venceu 3º Bracelete para o Brasil no WSOP

Aqui está mais um peso pesado do poker brasileiro. Thiago “Decano” Nishijima é sem dúvida um daqueles nomes que já todo o mundo ouviu falar. O jogador paulistano tornou-se, em 2015, o terceiro brasileiro a conquistar um bracelete dourado no World Series of Poker, em Las Vegas.

Se você nunca tinha ouvido falar dele antes, nessa altura certamente ouviu o seu nome em algum lugar.

Thiago tem um percurso bem planejado no mundo do poker. Aliando sua forte componente técnica do jogo sempre conseguiu inúmeros resultados de relevo, tanto ao vivo como nas telas online.

Já conta com $2,033,206 de lucros em torneios e neste momento conta com 1,812.27 pontos no ranking GPI.

Dando uma olhada nos seus resultados mais recentes e que contam para o ranking, podemos salientar o já falado bracelete dourado em Las Vegas. A vitória no Evento #38 $3,000 NLH que deu um prêmio de US$546,843 contribui com 101.00 pontos para o ranking. Sendo este também seu maior resultado ao vivo.

Depois é preciso viajar um ano para encontrar novamente grandes resultados. Mais uma vez, Las Vegas e o WSOP são o palco de mais conquistas de Thiago.

O craque conseguiu 6 ITMs nesta série de torneios, sendo a mesa final no Evento #23, na qual terminou em 8º lugar e ganhou US$44,478, seu melhor resultado. Este torneio contribuiu com 215.39 pontos para a tabela do GPI.

O 11º lugar no Evento #35 $5,000 NLH 6-Max também deu US$30,670 e 183.25 pontos para o ranking. Já a 56ª colocação no Evento #17 e o 66º lugar no Evento #50 representam 97.21 e 84.23 pontos, respectivamente.

Já no Brasil, Thiago brilhou no BSOP ao terminar o Main Event com 1,401 jogadores na 5ª colocação. Neste torneio, o jogador profissional somou mais R$122,800 à sua conta e 160.75 pontos.

Já este ano, Thiago acrescentou mais uns 117.80 à sua pontuação no BSOP em Punta del Este quando terminou o High Roller em 18º.

Depois, no PokerStars Championship Panamá conseguiu mais dois ITMs e mais duas mesas finais em seu palmarés. Ao 9º lugar no Evento #11 corresponderam 114.33 pontos e a 8ª posição no Evento #30 mais 141.03 pontos.

Infelizmente, resultados como o 3º lugar no WPT Spanish Championship que rendeu €112,300 em 2008, e o 3º lugar num Evento de $1,500 do WSOP onde somou mais US$315,828 em 2010, já não contam para o ranking GPI.

Thiago ocupa agora o 239º lugar da classificação mundial, onde o seu melhor registo foi o 150º posto em Dezembro de 2012.

André Akkari

André Akkari
Conquistou o bracelete em 2011

Não dá para falar do poker brasileiro sem falar de André Akkari. O mestre do poker é uma das figuras, se não a figura mais conhecida do poker brasileiro.

Em seu vasto currículo ao vivo, André soma mais de 71 ITMs, entre os quais a vitória no Evento #43 $1,500 NLH no WSOP de 2011, onde conquistou o segundo bracelete dourado para o Brasil. Akkari ganhou neste torneio US$675,117 e este é seu maior resultado num torneio de poker.

Akkari soma mais de US$1,583,476 em prêmios em torneios ao vivo e atualmente é patrocinado pelo PokerStars.

Nos prêmios a contar para o ranking GPI podemos dar destaque à mesa final no Evento #47 do WSOP 2015 que valeu US$50,658 e 59.41 pontos no GPI.

No PokerStars Caribbean Adventure em 2016 conquistou mais 93.75 pontos e US$18,900 pelo 10º lugar no Main Event.

Mais tarde, nesse ano, foi 4º classificado no High Roller do BSOP São Paulo e na etapa seguinte, na Foz do Iguaçu terminou em 10º o Main Event. Estes dois torneios contribuíram com mais 120.05 para a tabela.

O WSOP do ano passado também deu bons resultados e o ITM em 3 eventos garantiram 329.25 pontos no ranking. O destaque aqui vai para a 6ª colocação no Evento #8 H.O.R.S.E. onde faturou US$34,984.

Antes do ano terminar, o craque ainda somou mais um 3º lugar no Super Turbo do BSOP São Paulo (79.99 pontos) e um 8º lugar no Evento #62 Turbo 6-Handed no EPT Barcelona (110.32 pontos).

Já este ano, André Akkari soma um ITM no PokerStars Championship nas Bahamas ao qual correspondem 95.63 pontos. Ele terminou em 15º o Evento #38 Knockout.

Em Punta del Este, no Main Event do BSOP conquistou mais US$15,340 e 175.66 pontos pelo 7º lugar entre 789 jogadores que participaram no torneio.

De volta ao Brasil, e mais uma mesa final. Desta vez no High Roller do BSOP que rendeu R$57,630 e 165.83 pontos para a tabela GPI.

O último resultado é já do PokerStars Championship em Monte Carlo onde conseguiu ficar ITM no Evento #19.

André Akkari está neste momento em 340º do ranking global, mas seu melhor resultado foi o 111º lugar alcançado em Fevereiro de 2016.

Please fill the required fields correctly!

Error saving comment!

You need to wait 3 minutes before posting another comment.

Nenhum Comentário