Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired
Juicy Stakes Poker
Expired

A Psicologia do Poker: o Verdadeiro Blefe de Valor

A Psicologia do Poker: o Verdadeiro Blefe de Valor

Você pode pensar que blefar é tudo sobre equidade e probabilidades, mas há muitos fatores que influenciam o blefe e são afetados por ele.

Hoje vamos analisar a psicologia por trás do blefe e os efeitos que isso pode ter no seu jogo, no seu adversário e em você.

O que exatamente é o blefe?

Esta é uma pergunta bastante direta com uma resposta simples, certo? Um jogador uma mão de poker – pelo menos até onde vai seu conhecimento – não está à altura da mão de seu oponente, então ele age como se ela fosse e desafia seu oponente a desistir, aumentando as apostas e, assim, assustando seu oponente a pensar que dar call não vale o risco. O adversário dá fold, o jogador ganha o pote, tudo bem, vamos para a próxima mão. 

Bem, tecnicamente sim... Mas, na verdade, não.

Podemos ver blefes em tudo que é lugar à nossa volta. Vamos começar no reino animal:

Quando um veado percebe um leão se aproximando, às vezes você pode vê-lo dar altos pulos. Em vez de fugir, o veado sugere que, apesar de gastar grandes quantidades de energia, será capaz de ultrapassar facilmente o leão. O leão precisará gastar grandes quantidades de energia para alcançar o veado e incapacitá-lo. O leão, então, prefere encontrar um veado mais fraco para melhorar suas chances de sucesso, porque qualquer tentativa fracassada pode significar não ter energia suficiente para a próxima tentativa. O blefe do veado é, portanto, duplamente eficaz:

Diz ao adversário: 

  • Você não vai me alcançar, não desperdice energia.

Mas também diz:

  • Não se meta comigo no futuro. Você terá menos energia com o passar do tempo, então é melhor ir até atrás de algum outro por aí.

Assim, uma nota importante, à qual voltaremos a abordar, é o fato de o veado estar também a condicionar o leão até certo ponto, além do ponto da situação atual.

No entanto, um ponto muito interessante a ser destacado é o vasto consumo de energia que estes pulos realmente consomem: saltar alto no ar desperdiçou enormes quantidades de energia.

Por que eles não podem simplesmente pisar e bater no chão?

A resposta simples é: é muito fácil. 

Todos podem fazer isso. Uma preguiça pode arranhar o chão e fazer barulho – algo que eles realmente tentam quando enfrentam predadores, apesar do fato de que eles racionalmente têm cerca de zero chance de sucesso em uma luta. De fato, apenas pisar pode ser visto como um sinal de fraqueza se for um fator isolado: uma gazela ou veado que apenas pisa, enquanto outras pulam, é vista como o alvo mais fraco e, portanto, a presa com maior probabilidade de sucesso de ser apanhada.

A conclusão aqui é que um blefe tem de ser – ou pelo menos parecer – um risco muito pequeno que é assumido, devido aos recursos globais disponíveis, embora na realidade seja um grande risco com um grande retorno.

Voltando uma última vez à questão animal: as apostas aqui são de fato mais altas do que podem parecer: há uma grande chance de o leão eventualmente tentar o ataque. Se o veado puder escapar, o leão provavelmente fará a conexão com esse comportamento, o que diminuirá a probabilidade de o mesmo leão atacar veados no futuro.

Se, no entanto, o leão conseguir apanhar o veado – ou pior, apanhá-lo facilmente – o blefe ficará claro, e o fracasso nesta ocasião diminuirá a chance de sucesso de um blefe futuro.

A eficácia dos blefes variam, dependendo da experiência

Se estiver interessado em saber como blefar, dependendo da situação, já temos artigos sobre isso. Em vez disso, aqui vamos nos concentrar nos efeitos reais e eficácia do seu oponente e a depender dele. Como gosto de dizer nessa série sobre a Psicologia do Poker, a mente humana não é capaz de simplesmente mudar para o "Modo Poker" só porque você quer se concentrar no jogo. As regras gerais da psicologia humana ainda se aplicam, e você precisa estar ciente delas. 

Os efeitos do blefe podem ser melhor vistos em jogadores mais novos. Pode-se argumentar que existem 2 tipos de jogadores iniciantes:

  • O cuidadoso e assustado
  • O agressivo e excessivamente confiante.

O jogador cuidadoso e assustado

Este jogador é geralmente facilmente identificado: tentar não correr grandes riscos, foldar muito à medida que os potes aumentam e, geralmente, perder dinheiro em muitas pequenas apostas são todos sinais deste tipo de jogador. 

O comportamento muitas vezes vem de uma insegurança geral sobre o que estão fazendo e uma pressão auto-infligida sobre jogar bem que, ironicamente, tem o efeito oposto.

Blefar contra este jogador é uma boa ideia na maioria das vezes, porque muitas vezes não ele tem autoconfiança para dar grandes calls, temendo que dar um grande call possa custar uma grande parte da sua pilha de fichas.

Se você consegue superar este jogador apenas uma vez, mostrando uma grande mão, é provável que ele nunca mais faça ou pague uma grande aposta contra você. Enquanto a sua relação vitória / perda de mãos mostradas for suficientemente boa (pelo menos 50-60%), ele provavelmente não fará um jogo forte contra você, pois sente o seu domínio.

O jogador agressivo e confiante

O oposto é verdadeiro para o iniciante agressivo. Não só eles não têm falta de confiança, como eles também podem estar buscando a emoção do jogo e podem ter visto grandes jogadas de poker na TV o bastante para pensar que eles podem simplesmente dar call em blefes e ganhar muito assim. Nesta situação, você precisa "afirmar seu domínio" primeiro. 

Eles são o jovem leão inexperiente, e eles precisam entender o conceito de falhar grande primeiro. A menos que as apostas sejam altas o suficiente, eles vão dar call em praticamente qualquer coisa que você jogue neles.

Blefar no início do jogo contra eles é geralmente uma má ideia. Uma vez que você tenha mostrado um número de mãos fortes e limpado o chão com elas algumas vezes – talvez feito com que elas recomprem pela terceira vez em um jogo de cash – é quando elas podem começar a respeitá-lo.

O jogador mais avançado

"Bem, legal, mas meu objetivo não é realmente vencer de noobs o dia todo. Como lidar com jogadores melhores?”

É importante entender a base. Todos começaram por algum lugar. A diferença entre um jogador que acabou de começar e um jogador mais avançado é apenas a experiência. Isso significa que os mesmos princípios se aplicam. Um jogador cuidadoso mais avançado viu neste momento muitos blefes e descobriu alguns deles. Ele agora pode estimar o valor de sua mão e geralmente pode fazer um palpite sobre o que você pode estar segurando e quanto pode valer a pena. Um jogador agressivo mais avançado aprendeu neste momento com muitos dos seus erros e não dará call cegamente todos os seus blefes.

No entanto, as tendências continuam a ser as mesmas.

Se não tiverem certeza, os jogadores de poker tendem a inclinar-se para a sua natureza e as chances são maiores de que tomem a decisão conforme essa natureza. 

Isso significa que as duas principais informações de que você precisa antes de fazer um blefe contra um jogador são:

  • Qual é a sua natureza?
  • Quão avançados são eles?

Quanto mais avançado um jogador é, menos a sua natureza original é um fator. De fato, quanto melhor é um jogador, menos importa a sua natureza. Os profissionais deixarão de lado emoções ou impulsos e tomarão a sua decisão puramente sobre as probabilidades de sucesso, a equidade e o seu adversário

Então, por que isso importa?

Para além do fato de que normalmente você não jogará apenas com profissionais, permanece o fato de que o seu adversário ainda será influenciado pela diferença de força percebida entre ele e você. 

A principal diferença aqui é que eles se adaptarão mais rapidamente durante um jogo e serão menos propensos a deixar que experiências antigas influenciem a situação atual. Por um lado, isso significa que seu viés não é tão forte, então você realmente não tem uma vantagem ou desvantagem desde o início. Por outro lado, isso te dá a oportunidade de "empurrar" o viés para qualquer lado. Isso significa que não deve blefar até ter estabelecido o seu domínio, a menos que tenha uma boa razão para o fazer. Mesmo que o seu blefe no início do jogo tenha uma boa equidade em teoria, você está negligenciando o custo para o restante do jogo: se esse blefe inicial falhar, você terá uma imagem mais fraca. Embora você possa usar isso a seu favor jogando com mais "tight" e "fingindo blefar" à medida que o jogo continua, é inquestionavelmente melhor ter uma imagem mais forte, pois abre mais possibilidades para jogadas lucrativas.

As apostas importam (e muito)

Nosso veado da história está literalmente apostando sua própria vida ao blefar. Espero sinceramente que as suas apostas nunca sejam tão altas. 

Mas todos nós já experimentamos aquele momento em que seus amigos dizem: "vamos jogar poker só por diversão, sem apostas". Todos vocês se sentam, distribuem algumas fichas e dentro de 10-20 mãos o jogo acabou porque todos continuam dando all ins em situações de coinflip. Suas chances de receber calls são quase 100%.

Compare isso com um jogo com os seus amigos em que todos apostaram uns 50 reais e você estará jogando em modo torneio. Vocês são 10 jogadores, então você tem a chance de ganhar uns 450 reais. Talvez haja um amigo que joga um pouco mais imprudente e pede um rebuy, mas geralmente os jogadores pesam cuidadosamente suas decisões, pois há um prêmio digno em jogo. É neste ponto que blefar realmente faz sentido, porque perder metade da sua pilha com um alto risco significa que você tem uma grande chance de perder o dinheiro do prêmio.

Vamos pensar em um torneio de poker para valer. Você pagou uns 1000 reais no buy-in e o prêmio é algo entre 20 mil e 100 mil reais. Você consideraria apostar metade da sua pilha de fichas em uma aposta medíocre?

Mas as coisas mudam novamente à medida que as apostas aumentam. Digamos que você esteja na TV. O mundo inteiro está te assistindo enquanto você tem um par de valetes. Você está jogando contra Daniel Negreanu e ele te coloca all in. Você sabe que é razoável a chance dele estar blefando. Se você dá o call e o pior acontece, não apenas você perdeu a chance de ganhar 1 milhão de dólares, como também está parecendo um grande bobo na tevê – para o mundo inteiro ver. Mas se você dá o call e vence, você é um herói. Você será esse monstro que conseguiu enxergar o blefe de um mestre do jogo e o seu nome estará nos sites de poker e tudo que é lugar no Reddit. 

Com essas apostas, voltamos à personalidade de um jogador. Isso ainda é só sobre o dinheiro? Quanto a perspectiva de fama significa para você? A possibilidade vale o risco de perder?

É claro que não muitos de nós terão essa oportunidade.

Mas se dermos um passo atrás, o que é que isto nos pode dizer sobre os jogadores?

O ego importa

Tendo em conta o cenário, voltemos ao nosso torneio com amigos. Talvez você não seja Daniel Negreanu, mas talvez você seja o líder da matilha na mesa com os amigos. Seu amigo está perdendo para você há algumas horas e você tem a maioria das fichas. Você está em um heads-up com um dos seus amigos, o resto já foldou e você coloca esse amigo all in. As probabilidades de ganhar podem não mudar e o lugar dele no torneio pode estar em jogo. Se perder, ele perde o prêmio em dinheiro. Mas se ele ganhar, os seus amigos vão vibrar e lembrar-se da call improvável que ele deu para vencer o lobo mau da mesa. Eles podem lembrar pelo resto da noite, mas o seu amigo vai lembrar-se disso por muito mais tempo. Isso influencia as probabilidades na cabeça dele. A perspectiva da grande vitória, mesmo por apenas uma mão, pode ser suficiente para influenciá-lo e fazer uma aposta desfavorável. 

Isso é recíproco

A lição importante desta excursão à Psicologia do Poker é esta:

Há mais fatores em jogo do que apenas as probabilidades. Mesmo os melhores jogadores podem tomar decisões que podem parecer um tanto irracionais, pois cada um tem suas próprias motivações e backgrounds.

Ao mesmo tempo, você também é assim. Se você está em dúvida entre call e fold, certifique-se de fazê-los por boas razões, não porque você está com medo, tiltado ou porque seu ego diz que é para fazer.

Manter essas coisas em mente o ajudará a ler seu oponente e, ao mesmo tempo, manterá seu lado mais "irracional" sob controle. Portanto, quando pensar em blefar, pense em TODOS os fatores envolvidos.

Mais artigos sobre psicologia do pôquer

The Psychology of Poker Lessons to Learn from Trading
A Psicologia do Poker: Lições Para Se Aprender Com o Trading

Existem muitos artigos sobre estratégia de poker. Nesta série, queremos dar um passo atrás e olhar para a psicologia da mente humana e ver o que podemos aprender com isso.…

October 31, 2023 | Michael Barbosa
The Psychology of Poker Tilt
A Psicologia do Poker: Tilt

O Poker é um jogo de estratégia e inteligência. Você precisa de sua mente no desempenho máximo para que nada escape. Alguma destas coisas soam familiar?"Ele já deu sorte 3…

October 31, 2023 | Michael Barbosa
The Psychology of Poker FOMO
A Psicologia do Poker: FOMO (Medo de Perder Oportunidades)

Você já esteve em uma situação como esta? Você está jogando poker ao vivo, seja com seus amigos ou em um torneio de poker, e você recebe uma nova mão:…

October 31, 2023 | Michael Barbosa
The Psychology of Poker How to Study Properly
A Psicologia Do Poker: Como Estudar Corretamente

Temos muitos artigos sobre as estratégias e jogadas, mas ser bom no poker é mais do que apenas ler guias de estratégia. Você precisa entender como ser melhor para além…

October 31, 2023 | Michael Barbosa

Regras do pôquer

Como configurar e jogar Omaha

Aprenda como jogar omaha poker online para ganhar nos melhores sites de poker Omaha poker é a segunda variante do poker online mais jogada, depois do Poker Texas Holdem. Pela ação de jogo e…

Acesse o guia completo para jogar pineapple poker online

O pineapple poker é uma variante do poker com mais ação e um pouco descontraída, que vem ganhando mais jogadores de Hold'em recentemente, por ter as regras e ações de jogo muito parecidas…

Ganhe nos maiores Jogos de Poker online

É importante entender que existem jogos de poker online para todos os tipos de jogadores, níveis de competição e níveis de aposta. Dessa forma, através dos nossos especialistas de poker…

Pôquer Stud de cinco cartas

Não consegue adivinhar a mão de seus oponentes? Impossível, se você jogar o Stud de cinco cartas. Na famosa partida entre Johnny Moss e Nick "The Greek" Dandolos - um…

Comment on that

Sua mensagem está aguardando aprovação