Resumo da ação na Mesa Final do Main Event do WSOP 2017

Mesa Final WSOP 3
Os 9 finalistas de 2017

Já são conhecidos os jogadores que formam a mesa final do maior torneio de poker do mundo. Neste artigo vamos mostrar toda a ação até conhecermos o campeão.

Os nomes dos jogadores finalistas do Main Event do World Series of Poker deste ano já são conhecidos.

Os jogadores tiveram direito a uma pausa de dois dias para se darem a conhecer ao mundo e também para afinarem a estratégia para a mesa final.

Em jogo estão $8,150,000 para o campeão, o prêmio que muda a vida de qualquer jogador de poker, além do prestigiante bracelete dourado. Já todos os jogadores garantiram o prêmio de $1 milhão.

Dois jogadores saltam à vista nesta mesa final. Ben Lamb e Antoine Saout chegam pela segunda vez a uma mesa final do WSOP depois de já lá terem estado em 2011 e 2009, respectivamente.

Scott Blumstein é o chip leader com um stack de 97,250,000 fichas. Seguido do jogador predileto dos fãs, o inglês John Hesp com 85,700,000 fichas.

Damian Salas é o único representante da América Latina em jogo. Benjamim Pollack já venceu um EPT, enquanto Bryan Piccioli conta já com um bracelete dourado na sua carreira. Já Dan Ott e Jack Sinclair são dois jogadores quase anônimos no mundo do poker.

Como pode ver as cartas estão lançadas para uma grande mesa final!

Contagem de fichas:

Lugar

Jogador

País

Fichas

1

John Hesp

Reino Unido

85,700,000

2

Scott Blumstein

Estados Unidos

97,250,000

3

Antoine Saout

França

21,750,000

4

Benjamin Pollak

França

35,175,000

5

Jack Sinclair

Reino Unido

20,200,000

6

Damian Salas

Argentina

22,175,000

7

Ben Lamb

Estados Unidos

18,050,000

8

Bryan Piccioli

Estados Unidos

33,800,000

9

Dan Ott

Estados Unidos

26,475,000

Scott Blumstein é Campeão do WSOP 2017

Todo o mundo apostava em Scott Blumstein para vencer este torneio. Depois de ter terminado o segundo dia da Mesa Final com um stack bem destacado dos seus adversários, Blumstein tinha todos os argumentos para sair vencedor deste torneio de poker. No fim, foi isso mesmo que aconteceu e estava encontrado o Campeão do Mundo de Poker de 2017.

Dos 7,221 jogadores que entraram no torneio, apenas 3 disputaram hoje o bracelete dourado e os $8,150,000 reservados ao campeão. Blumstein entrou em jogo com 226 milhões de fichas, enquanto os seus dois adversários, Dan Ott e Benjamin Pollak, tinham juntos 134 milhões de fichas.

O que não faltou neste último dia foi emoção e ação na mesa. Os dois jogadores mais curtos de fichas queriam dobrar os stacks e tentar derrubar o gigante Blumstein. Ambos se envolveram em vários all ins em que conseguiram dobrar seus stacks, mas nenhum concretizou o objetivo de realizar estragos no stack de Blumstein.

Benjamin Pollak viria a cair na terceira colocação para receber $3,500,000 depois já ter dobrado e até triplicado seu stack. O jogador francês foi all de Q♣10 e recebeu call dos outros dois jogadores. Dan Ott tinha K♣9, enquanto Blumstein segurava AQ♠. Na mesa sai KJ♠3 4♣ 6♠ e Dan Ott quase triplica suas fichas enquanto Benjamin Pollak é eliminado do torneio.

Scott Blumstein WSOP 2017
Scott Blumstein é o Campeão do Mundo de poker (Foto:WSOP)

O heads-up teve início com Blumstein mais uma vez na frente, com quase o dobro das fichas de Dan Ott.

O stack de Dan Ott foi rapidamente sendo encurtado por Blumstein, até que com pouco mais de 10 big blinds, Dan Ott vai all in de K♠9♦ e consegue vencer o 6♠6♣ de Blumstein.

Mas logo na mão seguinte, tudo ficaria decidido. Ott faz raise depois de Blumstein ter completado o blind. Blumstein responde com all in e Ott pensa no que deve fazer. Ele dá call e vira A8 e está na frente da mão, pois Blumstein tem A2. O flop é inofensivo para Ott. O turn ainda traz ajuda com um 7. Só que o river é um 2 e Dan Ott é eliminado do torneio.

A bancada com o rail de Blumstein grita o nome do jogador, enquanto o rail de Ott está completamente desiludido. Mesmo assim, Ott recebe $4,700,000 de premiação.

Scott Blumstein é coroado campeão do mundo de poker, recebe $8,150,000 e ainda o tão desejado bracelete dourado.

Resultados da mesa final:

Lugar

Jogador

País

Prémio

1

Scott Blumstein

Estados Unidos

$8,150,000

2

Dan Ott

Estados Unidos

$4,700,000

3

Benjamin Pollak

França

$3,500,000

4

John Hesp

Reino Unido

$2,600,000

5

Antoine Saout

França

$2,000,000

6

Bryan Piccioli

Estados Unidos

$1,675,000

7

Damian Salas

Argentina

$1,425,000

8

Jack Sinclair

Reino Unido

$1,200,000

9

Ben Lamb

Estados Unidos

$1,000,000

Dia 2 da Mesa Final: Estão encontrados os três finalistas

Scott Blumstein ainda aumentou mais sua vantagem para os restantes adversários durante o segundo dia da Mesa Final do Main Event da WSOP. Quatro jogadores abandonaram o pano, incluindo o único representante latino-americano em jogo, Damian Salas.

Salas viria mesmo a ser o primeiro jogador a cair no dia. Já com um stack muito curto, Salas decidiu ir all in depois de ver o flop com A 3 2 contra Dan Ott. Salas estava à frente com A 10 mas o turn e river trazem um 6 e um 5♠ que ditam a eliminação do jogador argentino. Ott segurava 4 4 e fez sequência. Mesmo assim, Salas fez história para o seu país ao se tornar o primeiro jogador argentino a chegar à mesa final do Main Event da WSOP. Recebeu $1,425,000 de premiação pelo desempenho.

Scott Blumstein, Benjamin Pollak e Dan Ott
Só um poderá ser o campeão! (Foto:WSOP)

Bryan Piccioli foi o próximo jogador a encontrar o caminho de saída da Mesa Final. Piccioli decide ir all-in com A♣7. No big blind, Dan Ott tem um mostro e dá call com K♣K♠. O bordo não ajudou Piccioli e recebeu $1,675,000 pelo sexto lugar.

Depois de dobrar duas vezes seu stack, Antoine Saut saiu na quinta colocação para receber $2,000,000. O jogador francês deu call no small blind com K♣J ao raise de Blumstein no botão. No flop saiu J♣76♣ e os dois jogadores fazem check. O turn foi um 4♣ e Saout faz check-call à aposta de 5,6 milhões de fichas de Blumstein. O river é um J e Saout volta a fazer check. Blumstein vai all in e tem nas mãos sequência com 5♠3♠. Saout acaba por dar call e vê que a sua trinca não chega para vencer o pote.

John Hesp era para muitos o jogador favorito a vencer a mesa final. O jogador inglês foi cativando o público mas terminou a sua prestação na quarta colocação para ficarmos a conhecer os três finalistas.

Hesp foi all-in de 9♣7♣ no cutoff e recebeu call do francês Benjamin Pollak com AJ♠. O bordo com K♠10♠6 4♣ 4 não trouxe ajuda ao jogador inglês que levou para casa $2,600,000.

Depois dessa mão a ação na Mesa Final terminou. Scott Blumstein (226,450,000) é o grande líder em fichas e continua com larga vantagem para os outros dois adversários, Dan Ott (88,375,000) e Benjamin Pollak (45,850,000). Aqui fica a contagem de fichas:

1

Scott Blumstein

226,450,000

2

Dan Ott

88,375,000

3

Benjamin Pollak

45,850,000

Dia 1 da final: Blumstein com metade das fichas

A mesa prometia muita ação e a mesa final ficou logo reduzida a 8 jogadores na quarta mão de jogo. Ben Lamb era o jogador com menos fichas e queria dobrar rapidamente o stack. Ele foi all in com A9 contra o jogador inglês Jack Sinclair quando este tinha A♣Q. No bordo saiu 6♣54 3♣ 10 e foi encontrado o nono classificado que recebeu $1 milhão de premiação.

Depois a ação abrandou, e muito, até que aconteceram três dobras de fichas. Antoine Saout dobrou as fichas através de Jack Sinclair, Dan Ott dobrou as fichas por Scott Blumstein. E o mesmo Blumestein dobrou as fichas por John Hesp, então chip leader do torneio para delírio do público.

Scott Blumstein e Kara Scott
Tem 178,300,000 fichas

Blumstein e Hesp acabaram all in no turn quando na mesa estava à mostra A♣7510♠. Hesp tinha dois pares com A10, enquanto Blumstein segurava AA♠ para trio e nuts. O river não alterou nada e Hesp foi para o fundo da contagem de fichas, deixando Blumstein com a liderança da mesa final.

Jack Sinclair viria a ser o jogador a abandonar a mesa final já próximo do fim do dia de jogo. Ele terminou all in de K♠J♠ e Bryan Piccioli também foi all in de A♠A. Na mesa saiu K4♣3 8 6 e foi o fim para o jogador inglês que recebeu $1,200,000.

A ação na mesa terminou com Scott Blunstein a puxar fila e com quase metade das fichas em jogo. Veja aqui abaixo a contagem de fichas no fim do dia:

1

Scott Blumstein

178,300,000

2

Benjamin Pollak

77,525,000

3

Bryan Piccioli

35,750,000

4

John Hesp

22,475,000

5

Dan Ott

16,350,000

6

Damian Salas

15,625,000

7

Antoine Saout

14,550,000

Scott Blumstein nasceu em Morristown, New Jersey, e chegou à mesa final deste evento na liderança da contagem de fichas. Apesar de ter perdido o comando durante breves instantes, no início da mesa final, para John Hesp, rapidamente voltou para a frente da classificação.

Hesp ficou pouco tempo sentado com o maior número de fichas, Blumstein encargou-se de vencer um pote com ases e agarrou a liderança até terminar com as fichas todas do torneio.

Mesmo com o desfecho ainda longe, Blumstein viria a terminar o torneio em beleza ao acertar um dos seus 3 outs no river contra Dan Ott para se sagrar campeão.

“Estou chocado”, disse Blumstein depois da conquista. “Não há palavras. Eu amo esse jogo. Este é o Santo Graal do poker”.

Como já não existem os November Nine na WSOP, Blumstein é o primeiro campeão desde 2007 a conquistar o Main Event dias depois de se conhecer a mesa final.

Proveniente de Altoona, Pensilvânia, Dan Ott terminou na segunda colocação e levou para casa $4,700,000 pela sua extraordinária prestação.

Aqui fica a premiação da Mesa Final do Main Event da WSOP 2017:

  • 1. Scott Blumstein — $8,150,000
  • 2. Dan Ott — $4,700,000
  • 3. Benjamin Pollak — $3,500,000
  • 4. John Hesp — $2,600,000
  • 5. Antoine Saout — $2,000,000
  • 6. Bryan Piccioli — $1,675,000
  • 7. Damin Salas — $1,425,000
  • 8. Jack Sinclair — $1,200,000
  • 9. Ben Lamb — $1,000,000

Na terceira Colocação Benjamin Pollak Forrou $3,5 milhões

Benjamin Pollak
Terceiro classificado

O último jogador europeu a sair da mesa final foi o jogador profissional francês Benjamin Pollak. Mesmo com uma grande torcida, onde se podia incluir Daniel Negreanu, que o considerou o melhor jogador da mesa final, ele não resistiu e caiu na terceira colocação.

Às vezes ser o melhor não basta no poker, mesmo assim, sua saída para o rail foi feita de emoção.

A mão foi jogada num pote entre os três jogadores finalistas. Pollak abre o pote com all-in de 35 milhões de fichas e Dan Ott vai também all in de 45 milhões. Blumstein anuncia call, para surpresa de todo o mundo.  Vamos ver as cartas e:

Pollak: Q♣ T
Dan Ott: K♣ 9
Scott Blumstein: A Q♠

Blumstein vai na frente e tem a chance de eliminar os dois jogadores de uma só vez e sagrar-se campeão, sem disputar o heads-up.

Mas no flop apareceu um rei que deu um par a Ott. Com o turn e river a não trazerem nada de novo, Ott foi para o heads-up com Blumstein.

Na terceira colocação, Pollak recebeu $3,500,000, a melhor classificação já atingida por um jogador francês na WSOP.

Pollak não foi o único jogador francês na mesa final. Antoine Saout, ex November Nine em 2009, terminou na quinta colocação para receber $2,000,000. Saout ocupa agora a segunda posição dos jogadores franceses com mais ganhos em torneios, leva $7,5 milhões.

Já Benjamin Pollak, mesmo com este prêmio, está ainda a mais de um milhão de Saout. Pollak leva $6,4 milhões em torneios ao vivo.

Ott e Blumstein, o Duelo Final pelo Bracelete

Dan Ott
A dobra não chegou

A vitória na última mão deixou Dan Ott com confiança para diminuir a desvantagem para o big stack Blumstein.

Infelizmente para Ott, isso foi o mais próximo que ele andou da vitória. Mão após mão, Blumstein foi vencendo potes e o stack de Ott foi ficando bastante pequeno.

O duelo entre Ott e Blumstein durou quase duas horas, até que Ott foi forçada a fazer um movimento com K-9. Blumstein deu call com par de seis, mas na mesa saiu um nove e Ott conseguia a desejada dobra para 64 milhões.  

Durou pouco! Na mão seguinte, Ott vai novamente all-in com A 8 contra o A 2♦ de Blumstein.

O dealer virou na mesa J♠ 6♠ 5 7♥ e tudo levava a crer que Ott ia dobrar novamente o stack.

Mas só que no river veio um miraculoso 2 para Blumstein que lhe deu a vitória no torneio.

Blumstein venceu um prêmio “do outro mundo” de $8,150 milhões, mas mesmo assim mantém os pés assentes na terra e não tem planos de jogar torneios high rollers no futuro.

"Sei de onde venho", disse Blumstein. "Há duas semanas eu era apenas um jogador de poker online de New Jersey, na verdade nada mudou”.

"Se irei jogar mais poker ao vivo? Provavelmente sim. Vamos ver”.

John Hesp Presente no Dia 3

John Hesp na WSOP 2017
Hesp teve no dia final

John Hesp era para muitos o favorito da mesa final do Main Event da WSOP 2017, mas o jogador inglês terminou a sua participação na quarta colocação recebendo $2.6milhões no dia 2 da mesa final.

Mesmo assim, Hesp apareceu no dia final como espetador e teve a honra de dar início ao heads-up com o famoso “shuffle up and deal”.

Hesp disse ao PokerListings que não tem qualquer intenção de se tornar profissional, mas que irá jogar torneios com maior regularidade.

Disse ainda aos fãs que o que devem retirar da sua prestação no Main Event é que o poker é um jogo muito divertido de se jogar e desfrutar.

Sem os famosos November Nine, a WSOP Europe vai realizar-se em Rozvadov na República Checa e promete colocar a Europa ao rubro.

Por favor, preencha os campos corretamente!

Erro salvando comentário!

Você precisa esperar 3 minutos antes de postar outro comentário.

Nenhum Comentário

Classificação das mãos de poker
  1. Royal Flush
  2. Straight Flush
  3. Four of a Kind
  4. Full House
  5. Flush
  6. Straight
  7. Three of a kind
  8. Dois Pares
  9. Um par
  10. Carta alta

Classificação completa das mãos de poker

×

Desculpa, essa sala não está disponível no seu país.

Por favor tente a melhor alternativa que estiver disponível para sua localização:

Fechar e acessar a página