Cate Hall: “Quando as pessoas me julgam, isso é um avanço”

Cate Hall e Kara Scott
Entrevista de Kara Scott a Cate Hall

Num mundo de homens como é o poker, encontrar Cate Hall pode ser uma brisa de ar fresco. Kara Scott entrevista uma das jogadoras da atualidade no 888poker.

Várias semanas depois de Cate Hall ter ajustado contas nas mesas de poker com uma vitória de 2-0 sobre Mike Dentale, tal como Stacy Matuson fez com William Kassouf, podemos dizer que as mulheres têm uma palavra a dizer no mundo do poker.

Kara Stcott entrevistou a jogadora, que fala das experiências que tem vivido nas mesas de poker.

Kara Stcott: Parabéns por sua vitória. Como o entretenimento foi um dos elementos principais da partida. Como classificas este jogo em termos de entretenimento?

Cate Hall: Bem, afastando-me do jogo, eu ouvi algumas pessoas a criticarem a minha personalidade. Honestamente, eu fiquei bastante feliz por isso porque as pessoas vão criticar sempre algo em mim.

Mas normalmente é o meu jogo, ao ser a minha personalidade desta vez, fez com que sentisse que foi um avanço.

Fico feliz por as pessoas se divertirem com o duelo. Percebi que era o principal motivo para alguns espetadores, mas para mim foi a oportunidade de mostrar a minha forma de jogar e de ganhar dinheiro. O entretenimento é algo secundário para mim.

Kara Scott: Você disse que umas das razões que a levou a participar na competição foi para que Mike Dentale parasse de fazer comentários no poker online? Você acha que atingiu o seu objetivo?

Cate Hall: Acho que ele sempre vai encontrar algum jeito de me criticar porque ele me odeia. Mas eu espero que no futuro, sempre que ele o faça, alguém lhe diga “ahah, que aconteceu com a dama-cinco?”.

Assim, acho que de algum jeito, fiquei perto do meu objetivo.

Kara Scott: Sou só eu, ou você tem que se justificar constantemente porque teve sorte em todas as entrevistas antes de conseguir falar de algo relacionado com o poker?

Cate Hall: Eu entendo que pode ser irritante ter alguém que chega à sala, que consiga um bom resultado, que tenha sorte e que tenha que fazer uma entrevista como se fosse um jogador superior.

Eu sempre tentei jogar com confiança, como alguém que está interessado em querer aprender o jogo, mas eu sei o meu lugar no mundo do poker e não interpreto os meus resultados de modo a que pareça ser a melhor jogadora.

Sinto como se tivesse que sair de mim para reconhecer isso. E ainda me incomoda de algum jeito, ouvir as pessoas dizerem “ela pensa que é a melhor, ela não tem noção da sorte que teve”.

Não acho que possa ter feito mais para tornar evidente o que faço. Existem pessoas que apenas me querem criticar sem motivo, e isso é bom, mas em algum momento eu tenho que parar de fazer cedências a essas pessoas.

Cate Hall em ação
Cate Hall pensa no seu jogo

Kara Scott: Você se irritou quando não deu gratificação ao dealer (Nota do editor: Dentale também não deu). Depois, você disse que tinha agido mal com a situação. O que você mudaria, caso pudesse alterar algo?

Cate Hall: O meu principal erro foi não ter clarificado antes da partida como os dealers seriam recompensados. Já joguei no programa antes e existiu sempre uma reunião antes do jogo sobre esse tema.

Como essa reunião não existiu, eu assumi que o programa trataria desse assunto, o que, em retrospectiva não era apropriado para mim.

Kara Scott: Você viu ou ouviu algum dos comentários?

Cate Hall: Não vi todos, mas vi algumas das mãos mais interessantes. Muito porque estava curiosa sobre o que Doug Polk e Shaun Deeb tinham para dizer sobre essas mãos.

É uma oportunidade única ter dois dos melhores jogadores de poker a criticarem suas mãos a cada instante. Por vezes pode ser difícil, mas é também muito valioso e seria um absurdo não os ver.

Houve algumas mãos em que eles discordaram e creio que estiveram bem algumas delas. Noutras mãos, acho que tive informação que eles não tiveram, porque eu estudei a forma de jogar do Mike e os seus gestos na mesa.

Algumas das decisões que tomei tiveram por base informação extra que eu tinha, então ainda estou confiante acerca dessas decisões, mas também cometi alguns erros.

Eu joguei duas centenas de mãos em heads-up, mas esta foi a primeira vez que joguei um jogo depois de o ter aprendido seriamente. De um modo geral, estou muito feliz com a minha experiência deste género.

Kara Scott: Muito obrigado por falar connosco, ficamos muito agradecidos.

Please fill the required fields correctly!

Error saving comment!

You need to wait 3 minutes before posting another comment.

Nenhum Comentário

Melhores Sites de Poker
Ranking de Poker Site Bônus
1 888poker $888 Critique
2 Party Poker $500 Critique